E se não for mais o mesmo?

setembro 12, 2010

E se eu disser que agora, nossa história já tão entrelaçada, se tornou um nó cego? 
Que os sorrisos desejam ser beijos?
Que os abraços queriam se transformar em amassos?
E se eu te disser agora que ao deitar penso em você, mas da maneira errada?
E se...e se...
Um roçar dos lábios sobre sua pele, um leve sopro de sua respiração ou até um aperto de mão.
Faz meu coração bater assim, de um jeito que todo apaixonado sabe.
Mas eu não sou apaixonada. Eu não sou...
E se tudo isso for só solidão?
E se não for mais o mesmo?
E se o que eu digo provoca isso...
Mas eu queria ouvir de você, se não é a mesma coisa. Se é só coisa minha. Se é pra ser ou não.
Mas eu sei de uma coisa. 
Não pode ser só um se...

3 comentários:

  1. Sempre há dúvida no que se tem e no que não se tem.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. que lindo, me lembra aqueles livros de amigos que se apaixonam, quando a mocinha está apaixonada e começa a agir meio diferente com o "melhor amigo".
    Amo livros assim.
    parabéns, ficou lindo. ^^

    ResponderExcluir
  3. Obg a vcs duas pelos comentários.
    @Lu, poisé, foi pensando nesse tipo de relacionamento de melhor amigo, q eu escrevi esse aqui,rs. & tbm gosto muito de livros assim ><

    ResponderExcluir

NÃO FAÇAM PROPAGANDAS AQUI !
Desde já, agradeço sua iniciativa para comentar.

 
FREE BLOG TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS