You know. You don't.

julho 15, 2011


Every time you walk away,
I pretend that I'm okay.


Eu me sinto só, eu te culpo por isso. Sempre. Ou até mesmo no chão da sala com meu pote de sorvete. Eu te culpo por não mudar junto comigo. Sei que vou te esquecer. Eu sei. Eu sinto. 
Sempre que você vai, você deixa um buraco a ser preenchido. Eu vou contando as lágrimas que caem e as que eu impeço de cair.
Então você chega, chutando tudo, me abraçando e acha que tudo vai ficar bem.
But you were not here before .
Você vem e me deixa triste novamente, indo e vindo, como bem entende.
Mas nós dois sabíamos que isso iria acabar, de alguma maneira. Você me deixa só e acha que assim está tudo bem. Mas agora não estou. Não estou...

 Eu não te esqueci.

~.~
 Obrigada pelos comentários e visitas que eu recebi. Agradeço pelos selinhos. E gente, a tag que eu recebi, farei na próxima postagem. E desculpa por não aparecer sempre, se eu sumir, entendam. A vida faz disso. Beijos

22 comentários:

  1. Olá!
    Nós adoramos o seu blog e o conteúdo que ele possui e por isso estamos te seguindo :)
    Espero sua visita no nosso tb.
    Um beijo e ótima sexta-feira!

    ResponderExcluir
  2. não ficou nada bem, quando ele foi embora, porque a dor da saudade é a que mais machuca.

    ResponderExcluir
  3. Eu sei bem como é isso. Pode ter certeza Elania ><
    Esse vai e vem machuca mesmo.. e mesmo que os envolvidos saibam que tudo um dia vai acabar, ainda insistem em continuar e sofrer...
    é horrível =/

    ResponderExcluir
  4. isso é por conta da abstinência que o amor nos cria

    ResponderExcluir
  5. Eu demorei a esquecer, mas esqueci. Apareceu outro alguém... e consegui não deixá-lo ir embora. Acordei a tempo. Entre idas e vindas, é preciso esquecer.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  6. Gosto muito do seu blog, nem sempre dá para comentar, mas procuro ler todos, é porque gosto mesmo. E amei esse texto. Sei como é sumir de vez em quando, eu também sumo um pouco. rsrs. Belo texto.

    ResponderExcluir
  7. O amor é um sentimento bom, mas quando o outro lado dele pesa - o lado da ausência. Os sentimentos bons invertem-se, e o que era bom passa a ser algo destrutivo.
    Em suma, para amar tem de ter coragem, porque tudo na vida tem dois lados.

    Estava sentindo falta desse teu espaço, e das tuas palavras cheias de intensidade.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi querida, hoje faz um ano que o Sweet Memories ta ai :D fiz um textinho de agradecimento. E claro agradeço mto a força que você me deu para o blog crescer!
    Se quiser dar uma passadinha lá agradeço mto!
    http://memorias-que-tocam-o-coracao.blogspot.com/2011/07/1-ano-de-sweet-memories.html

    ResponderExcluir
  9. As vezes devemos parar para pensar se vale a pena alguém fazer da nossa vida o que bem entender. Seja senhora de sí! Ninguém entra e sai quando quer, é a sua vida! É você que tem que tirar e por.
    Parabéns pela escrita.

    ResponderExcluir
  10. Estou vivenciando uma cena parecida com a descrita. E sim, eu sei o quanto dói. Mas esse coração cafajeste acho que adora. Parabéns pelo texto.

    E sim, eu voltei. Uhul \o/
    HUSUASUAHUSUASUHASUSHUAS

    Beeeijos
    Um ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  11. Quando tudo acaba, sempre fica alguém que nunca esquece.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Nunca fica bem,quando a pessoa que gostamos se vai não é.
    P.S: Ahh de que filme é a foto do post anterior á esse?! Fiquei curiosa,rs

    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  13. Entre as indas e vindas a gente vai vivendo, sofrendo um pouco, mas vive. Eu sei como é isso, e parece que o fulano sempre sabe a hora certa pra aparecer, né? Estamos lá, bem, quase que esquecendo, e com um simples oi todo o sentimento volta. Amo aqui, é maravilhoso teu blog Elania. Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Mudei o link e o designer do meu blog
    confere lá, beijos.. muito lindo aqui *--*
    http://doentedeamor1.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. serio que você esta no livro? que legaal

    ResponderExcluir
  16. Sempre nos deixam e acham que é fácil.

    E sobre seu comentário, achei curioso ninguém nunca ter comentado sobre isso. Eu sou homossexual e meus textos são, as vezes, baseados nisso. Rs. Fico feliz que não tenha preconceito, mesmo.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  17. Me senti assim já, na verdade acho que me sinto. Ah, sem palavras. Você me fez voltar em um tempo que não volta. :S

    ResponderExcluir
  18. Eu no momento !
    me senti autora desse post :)
    Lindo seu espaço.

    abraço meu *

    ResponderExcluir
  19. amei seus três cantinhos, e estou seguindo os três *-*

    http://leideanediniz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Mas esse vai e vem, de certa forma, nos ajuda a desapegar ao menos um pouquinho, ajuda a nos tornarmos auto-suficientes, não ajuda a esquecer, mas isso cabe ao tempo e a vontade de cada um. Lindo Elania. <3

    ResponderExcluir

NÃO FAÇAM PROPAGANDAS AQUI !
Desde já, agradeço sua iniciativa para comentar.

 
FREE BLOG TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS